Logo do Blueprint
Fechar

Uma vida, um lar para os ucranianos

A guerra na Ucrânia obriga que diariamente milhares de refugiados larguem seus lares para tentar sobreviver, sem a expectativa de viver.

A ucraniana Alexandra Shkorinov observa a vista do seu novo lar, na Alemanha.

"Aqui nesse apartamento é tudo perfeito, mas, ao mesmo tempo, essa não é a minha vida.", diz a ucraniana Alexandra Shkorinova ao Fantástico, depois de se refugiar na Alemanha, fugindo da guerra.

A ucraniana Alexandra Shkorinov observa a vista do seu novo lar, na Alemanha.
Alexandra, que foi obrigada a abandonar o seu lar, a sua vida. Fonte: Fantástico

Nós já falamos que nômades digitais são pessoas que se mudam frequentemente para conhecer o mundo. Uma situação muito diferente do que acontece com os ucranianos, que não têm esse poder de escolha.

Para mim, a frase da Alexandra na abertura desse texto simboliza muito o que é o lar. O lar é a sua vida, é onde você escolhe estabelecer raízes.

Algumas pessoas poderiam pensar que é um upgrade morar em Berlim, na Alemanha. Mas o lar é muito mais do que um pensamento racional. Será que ela não financiou um apartamento por dez anos e agora teve que o abandonar? E as boas lembranças de momentos de alegria em família dentro do apartamento?

Da mesma forma que comprar um apartamento é realizar um sonho de vida, abandoná-lo por motivos brutais de guerra é uma dor que nós brasileiros não temos como compreender.

Nós do Apto desejamos que os ucranianos possam recuperar a vida que está sendo tirada deles, o mais rápido possível. 🇺🇦

Foto do autor Alex Frachetta

Faça parte do Blueprint

Assine Grátis e receba a news semanal com os melhores conteúdos do mercado imobiliário.

Quer relatar sobre algum erro? Avise a gente
Compartilhe: