Logo do Blueprint
Fechar

Planta baixa: um guia com aplicações e exemplos do mercado

Entender os elementos de uma planta baixa pode ajudar você, corretor de imóveis, a realizar mais vendas. Descubra como isso é possível!

Trata-se de um desenho técnico que apresenta todas as informações estruturais de uma construção — de uma casa, um apartamento ou um espaço comercial.

Quem está à procura de um imóvel quer conhecer todos os detalhes de uma propriedade. Assim, é possível decidir se vale a pena ou não comprar o bem. Nesse sentido, a planta baixa pode fornecer as informações necessárias no processo de tomada de decisão.

Afinal, esse desenho permite compreender como os ambientes de uma construção foram formados para saber se eles se adéquam às suas necessidades. Por isso, você, corretor de imóveis, precisa estar preparado para repassar esse tipo de conhecimento aos seus clientes. 

A seguir, saiba como ler uma planta baixa e veja aplicações práticas de como esse documento pode ajudar na apresentação do imóvel ao cliente!

O que é planta baixa?

Para começar, é importante saber o que é planta baixa. Trata-se de um desenho técnico que apresenta todas as informações estruturais de uma construção — de uma casa, um apartamento ou um espaço comercial.

A representação da planta, feita em uma escala reduzida e proporcional, mostra as paredes com seus comprimentos e larguras. Além disso, o documento conta com o desenho das portas e das janelas com o espaço ocupado pelas respectivas aberturas.

Planta baixa do empreendimento Go Platô, localizado em Perdizes, São Paulo.
Planta baixa do empreendimento Go Platô, localizado em Perdizes, São Paulo. Fonte: Apto

Além disso, a planta deve conter os seguintes elementos: o apontamento do acesso ao imóvel, a divisão dos cômodos devidamente identificados e a representação do mobiliário. Em certos casos, o desenho da propriedade também contém os projetos hidráulico e elétrico do imóvel. 

Para oferecer uma visualização melhor dos espaços, há outros modelos de desenhos — como é o caso da planta baixa humanizada. Além de apresentar todos os itens de uma planta baixa simples, ela apresenta detalhes que a tornam mais realista.

Exemplo de planta baixa humanizada.
Exemplo de planta baixa humanizada. Fonte: Vobi

Por exemplo, a planta baixa humanizada apresenta cores, texturas, elementos de iluminação, paisagismo, pisos e revestimentos. Com isso, os interessados em um imóvel podem ter uma visão mais clara de cada espaço.

Qual a importância de saber ler a planta baixa?

Agora que você sabe o que é uma planta baixa, precisa compreender a importância de saber ler esse desenho. Para tanto, vale a pena entender como as informações contidas na representação são úteis na apresentação do imóvel ao cliente e como isso impacta as vendas.

É na planta baixa que o corretor terá um panorama da divisão entre os espaços. Logo, ele pode orientar o cliente na projeção de layouts de mobiliários, especialmente se houver indicações de que determinados objetos — como fogão, pia e geladeira — devem ser posicionados em pontos específicos.

Planta do Alive Home Club Belém.
Nas fichas PRO, criadas pelas arquitetas do Apto, as plantas dos empreendimentos recebem indicativos detalhados de seus principais recursos e diferenciais. É o caso do Alive Home Club Belém. Fonte: Apto

É também a partir do desenho da planta baixa que se pode quantificar os materiais necessários para uma reforma. Desse modo, você pode ajudar o proprietário a ter mais precisão no seu planejamento, caso conclua a compra e queira adequar o imóvel às suas necessidades. 

Ainda em relação à reforma de imóvel, é possível identificar com maior facilidade as redes elétricas e hidráulicas, bem como as vigas estruturais. Assim, o cliente pode evitar que sejam feitos danos nessas redes ou na sustentação da propriedade no futuro, o que causaria prejuízos financeiros.

Para o caso de imóveis vendidos na planta, o corretor pode calcular com o cliente o custo da construção. A partir disso, eles podem perceber se as construtoras cobraram valores coerentes com os gastos apresentados, por exemplo. 

CTA PARA ANUNCIAR NO APTO

Ao ter um mapa detalhado de um imóvel, é possível, ainda, verificar potenciais problemas antes do início das obras. Dessa forma, com o auxílio do corretor, o futuro proprietário pode garantir o sucesso do projeto.

Por fim, você se mostrará mais profissional ao demonstrar o conhecimento da planta baixa durante a apresentação de um imóvel físico ou na planta. Com isso, certamente ganhará a confiança do cliente, facilitando as negociações. 

Como ler a planta baixa de um imóvel?

Depois de entender a importância de saber ler a planta baixa, é preciso aprender a identificar os elementos desse desenho. Então será possível apresentar as informações contidas no documento durante a venda de um imóvel.

Confira!

Portas e janelas

As portas e as janelas nas plantas são representadas por aberturas nas paredes. E os acessos aos ambientes do imóvel são caracterizados por um arco pontilhado, indicando seu sentido e comprimento de abertura.

Empreendimento Reserva Mirataia, inclui indicações com pontilhado nas possibilidades do giro da cadeira de rodas nos ambientes internos.
Além disso, pensando na acessibilidade, empreendimentos como o Reserva Mirataia, também incluem indicações com pontilhado nas possibilidades do giro da cadeira de rodas nos ambientes internos. Fonte: Apto

A observação desses pontos é importante porque eles auxiliam na verificação da ventilação e se haverá a incidência de luz solar. Esses elementos são fundamentais, por exemplo, para clientes que desejam encontrar empreendimentos mais sustentáveis.

Paredes 

Em relação às paredes, elas são representadas por linhas na planta baixa, com comprimentos, larguras e espessuras determinados. Assim, é possível saber o tamanho de cada cômodo e entender se as estruturas possuem materiais diferentes.

Mobiliários

Os mobiliários possuem representação real e, por isso, são facilmente identificados no desenho. Saber ler esses aspectos em uma planta pode ser essencial para identificar onde estão os pontos hidráulicos de um imóvel e onde os móveis devem ficar posicionados. 

Como fazer um projeto de planta para apresentar ao cliente?

Ao saber como identificar os elementos de uma planta baixa, talvez você esteja curioso para saber como montar um projeto para apresentar ao seu cliente. É comum que esse desenho seja projetado por arquitetos e designers. Contudo, é possível se preparar para fornecer esse diferencial no mercado.

Descubra agora quais os passos para fazer esse desenho!

Desenhe o lote do imóvel

O primeiro passo para fazer uma planta baixa simples é desenhar o lote do imóvel. Para tanto, delimite um espaço no papel ou em um programa específico. Nele, crie o formato da propriedade onde a casa, o apartamento ou o espaço comercial foi ou será construído.

Crie as paredes, as aberturas e os cômodos

Em seguida, é hora de desenhar as paredes, definindo sua espessura e tamanho. Ao fazer isso, lembre-se de deixar espaços em branco para inserir as janelas e as portas assim que os cômodos estiverem prontos. Não se esqueça de nomear cada um desses espaços.

Insira os móveis em cada espaço

Por fim, você deve inserir os elementos que fazem parte da hidráulica — como pias, chuveiros e vasos sanitários. Depois, inclua os outros móveis, atentando-se para as dimensões de cada item no projeto da planta baixa.

Exemplo de como é projetada uma planta baixa.
Exemplo de como é projetada uma planta baixa. Fonte: Pinterest

Neste artigo, você viu como as informações contidas na planta baixa são importantes durante a apresentação de um imóvel para o cliente. A partir delas, é possível demonstrar ainda mais profissionalismo e conquistar a confiança do consumidor, aumentando suas oportunidades de vendas!

Quer manter-se informado sobre o mercado imobiliário? Conheça o Blueprint, uma newsletter semanal que conta com conteúdo especializado para profissionais desse setor!

Foto do autor Vince
Por Vince

Índice
  • O que é planta baixa?
  • Qual a importância de saber ler a planta baixa?
  • Como ler a planta baixa de um imóvel?
  • Como fazer um projeto de planta para apresentar ao cliente?
Categorias
Foto do autor Vince
No Apto desde 2015, antenado e atento aos detalhes do mercado imobiliário, traz explicações sobre as principais inovações e novidades do setor.

Assine a news do Blueprint

Assine Grátis e receba a news semanal com os melhores conteúdos do mercado imobiliário.

Quer relatar sobre algum erro? Avise a gente
Compartilhe: