Logo do Blueprint
Fechar

O financiamento do Itaú e o crédito imobiliário no Brasil

A evolução do crédito imobiliário brasileiro possibilitou o surgimento de programas como a nova linha de financiamento do Itaú, conheça!

Gráfico retratando a participação do crédito imobiliário no PIB no ano de 2017. Em primeiro lugar está a Alemanha, seguida pelo Canadá e Reino Unido.
Foto da autora Thainá Neves

A evolução do crédito imobiliário brasileiro tem tudo a ver com o surgimento de novos programas de financiamento imobiliário, tanto que passou de 1,5% para quase 10% de participação no Produto Interno Bruto (PIB) entre 2003 e 2018. No entanto, visto que esse índice ultrapassa 50% em países como Alemanha e Canadá, ainda há muito a ser explorado.

Gráfico retratando a participação do crédito imobiliário no PIB no ano de 2017. Em primeiro lugar está a Alemanha, seguida pelo Canadá e Reino Unido.
Em 2017, o crédito imobiliário brasileiro representava 8,56% de participação no PIB. Fonte: Euromonitor Internacional, reproduzido pela Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC)

Devido ao tempo dos financiamentos, geralmente longos, o crédito imobiliário é bastante sensível aos encargos, mas as mudanças nas taxas de juros abriram caminhos. O Itaú inovou com uma linha de financiamento imobiliário composta pela junção de taxa fixa e uma taxa equivalente ao rendimento da poupança, sistema vantajoso em momentos nos quais a taxa Selic está em baixa.

Tabela comparativa simulando financiamento de imóvel no valor de R$450 mil, com parcelas divididas em dez anos e entrada no valor de R$ 45 mil. Fonte: Itaú

Além disso, conta com um limitador, garantindo que a junção das duas taxas não ultrapasse 10,16%, mesmo em cenários nos quais o rendimento da poupança alcança o percentual máximo.

Para os especialistas, o financiamento a médio e curto prazos pode ser a maneira mais segura de utilizar essa modalidade; no entanto, o comprador pode financiar com entrada mínima de 10% e pagar os outros 90% do valor em até 30 anos.

Categorias
Foto da autora Thainá Neves
Arquiteta dedicada á pesquisa desde o inicio de sua formação, sempre atenta ao que surge de melhor para a criação de cidades mais sustentáveis.
Quer relatar sobre algum erro? Avise a gente
Compartilhe:
Mais conteúdos imobiliários:
Significado das siglas ESG.

ESG e o mercado imobiliário com propósito

Os ESGs incentivaram a busca por aplicação de investimentos responsáveis, entenda.
Foto da autora Thainá Neves
Thainá Neves
Para comprar um imóvel, as pessoas precisam de crédito. Confira as mudanças nas taxas de juros do financiamento imobiliário!

Mudanças nas taxas de juros do financiamento imobiliário

Com dúvidas sobre financiamento imobiliário, refinanciamento de imóveis e Selic? Falamos sobre tudo isso neste artigo! Acompanhe e descubra o que você precisa saber sobre os assuntos.
Foto do autor Vince
Vince
Interface da plataforma PLACE.

PLACE: A nova plataforma de estudos de viabilidade financeira e urbanística em tempo real

Conheça o PLACE, uma plataforma de estudo de viabilidade financeira e urbanística em tempo real, disponível em versão beta para a cidade de São Paulo.
Foto da autora Victória Baggio
Victória Baggio