Logo do Blueprint
Fechar

Dia do corretor de imóveis (27 de agosto): entenda essa data!

No dia 27 de agosto é comemorado o dia do corretor de imóveis, data que marca uma grande conquista para esse profissional. Saiba mais sobre ela!

Em 27 de agosto se comemora o dia do corretor de imóveis. Essa data homenageia o profissional que se dedica a garantir que o cliente tenha a melhor experiência durante o processo de compra e venda ou locação de um imóvel — ajudando a encontrar o local ideal para ser chamado de lar.

Apesar da importância da profissão de corretor de imóveis, muitos desconhecem a história dessa carreira. Contudo, ela é permeada por fatos interessantes. Por exemplo, em relação à origem do dia do corretor.

Por isso, neste artigo você conhecerá mais sobre essa profissão, seus marcos históricos, a origem dessa data especial. Ainda, acompanhará dicas de como se tornar um bom corretor de imóveis!

Vamos lá?

Qual é a história dessa profissão? 

A profissão de corretor de imóveis existe desde a época do Brasil colônia. Nesse período, os senhores de engenho ou fazendeiros se deslocavam para as grandes cidades. O objetivo era que seus filhos estudassem e suas filhas aprendessem os deveres da casa.

Ao chegar aos grandes centros urbanos, era possível encontrar nas mercearias e nos pequenos armazéns cartazes, anúncios de casas e pensões onde se alugavam quartos. Os responsáveis por essa intermediação eram os corretores imobiliários — chamados de intermediadores de negócios.

Anos mais tarde, essa profissão começou a se popularizar com o crescimento dos centros urbanos. Com a maior urbanização, devido à implantação de fábricas, houve uma grande concentração de trabalhadores. Muitas vezes, eles estavam acompanhados de sua família.

Diante desse cenário, surgiu a necessidade de construírem vilas operárias para recebê-los. O intermediador de negócio, que passou a se chamar de agente imobiliário, teve um papel importante no processo de ajudar as famílias a encontrar uma casa. 

E qual a origem do dia do corretor de imóveis?

Com o passar dos anos, essa atividade evoluiu e o profissional precisou se especializar para oferecer um serviço de qualidade. Em 1937, foi criado o primeiro sindicato de corretores de imóveis. Já em 1942, o Ministério do Trabalho reconheceu a profissão com essa nomenclatura. 

Linha do tempo mostra a evolução da profissão dos(as) corretores(as) de imóveis no Brasil desde 1937 até 1978.
Linha do tempo mostra a evolução da profissão dos(as) corretores(as) de imóveis no Brasil. Fonte: Blueprint

Linha do tempo mostra a evolução da profissão dos(as) corretores(as) de imóveis no Brasil. Fonte: Blueprint

Em 1950 foram criadas as primeiras imobiliárias. Posteriormente, em 1962, foi fundado o Conselho Federal dos Corretores de Imóveis (COFECI) e os Conselhos Regionais (CRECIs). Os órgãos serviram para que os profissionais do mercado pudessem trabalhar legalmente.

No entanto, foi apenas em 27 de agosto de 1962 que essa profissão foi regulamentada. O movimento aconteceu a partir da promulgação da Lei nº 4.116. Por isso, essa data foi escolhida como o dia do corretor de imóveis. 

Apesar de representar uma conquista, a lei foi revogada. Então, em maio de 1978, foi sancionada outra lei que validou o funcionamento dos órgãos de fiscalização e aprovou um novo regulamento, que criou o Curso Técnico em Transações Imobiliárias e o Código de Ética do Corretor de Imóveis. 

Afinal, o que faz um corretor de imóveis?

Agora você conhece a história da corretagem no Brasil e viu porque o dia 27 de agosto é o dia do corretor de imóveis. Para comemorar essa data, é interessante entender o que faz o corretor imobiliário. 

Como vimos, ele é o profissional responsável por atuar como um intermediador nas negociações de compra, venda ou locação de imóvel. Durante esse processo, o corretor deve apresentar as informações para encontrar uma condição que seja favorável para o comprador e para o vendedor.

Contudo, sua função não se limita apenas a isso. Também cabe a esse profissional informar ao comprador sobre os principais aspectos do imóvel, bem como as características da região onde o imóvel está localizado.

A imagem mostra um corretor segurando um imóvel em uma mão, e na outra, uma chave azul, além das principais responsabilidades dos(as) corretores(as) de imóveis no Brasil.
Confira quais são as principais responsabilidades dos(as) corretores(as) de imóveis no Brasil. Fonte: Blueprint

Confira quais são as principais responsabilidades dos(as) corretores(as) de imóveis no Brasil. Fonte: Blueprint

O corretor deve, ainda, avaliar o valor comercial do imóvel para precificá-lo de maneira justa. Para isso, ele considera questões como custo de vida da cidade, localização e condições estruturais da residência. Além disso, outro objetivo deve ser buscar soluções para valorizar o bem no mercado.

Profissionais dessa área também são responsáveis por verificar toda documentação da propriedade, do vendedor e do comprador. Essa responsabilidade dá mais segurança para as partes envolvidas no acordo. Por fim, o corretor ajuda a facilitar esse processo ao explicar todos os detalhes do contrato de locação.

Qual é o perfil de um corretor de imóveis?

Para que um profissional tenha sucesso no mercado imobiliário, ele precisa desenvolver certas habilidades. Em um bom perfil de corretor de imóveis, destacam-se alguns pontos descritos a seguir.

Facilidade no relacionamento interpessoal

Por estar em contato com diversos clientes, é imprescindível que o corretor de imóveis tenha facilidade no relacionamento interpessoal. Isso significa saber lidar com possíveis conflitos e ter flexibilidade para conviver com diferentes personalidades. 

Poder de persuasão 

Quem trabalha com vendas precisa saber usar o poder de persuasão, seja no primeiro contato com o cliente, seja  atendendo em uma revisita de um imóvel. É importante conhecer os clientes e saber apresentar vantagens da propriedade conforme cada situação. 

Gerenciamento de tempo

São muitas as tarefas delegadas ao corretor de imóveis. Caso ele não consiga gerenciá-las bem, arriscará ter problemas que podem comprometer a qualidade do serviço prestado. Por exemplo, atraso na elaboração do contrato. Por esse motivo, ele deve saber como gerenciar seu tempo.

Ser orientado a servir o cliente

Perceber as necessidades e as características de um cliente também é uma das habilidades básicas de todo corretor de imóveis. Afinal, o objetivo é oferecer o imóvel mais adequado para ele e sua família.

Anuncie seus lançamentos imobiliários no Apto.

Qual a importância do corretor de imóveis para o mercado imobiliário?

Até aqui você conheceu a história do corretor imobiliário e entendeu qual é o seu papel em uma negociação. Certamente, já deve ter percebido a importância dele para o mercado imobiliário, não é? No entanto, vale a pena ressaltar alguns pontos importantes sobre sua atuação.

Como você viu, o corretor imobiliário deve ser um profissional pronto para atender às necessidades dos clientes. Dessa forma, ele está qualificado para ajudá-los a encontrar o imóvel ideal e se sentirem satisfeitos com a escolha.

Além disso, a presença de um corretor garante uma negociação mais segura. Afinal, ele é o responsável por conferir toda a documentação e ainda oferecer orientação na hora do fechamento do negócio. Sua atuação é neutra, para que ambas as partes não sejam prejudicadas.

Como vimos, também é o corretor quem determinará o valor de um imóvel. E ajudará a avaliar os seus diferenciais para ajudá-lo a vender ou alugar mais rapidamente. Ainda, a importância do corretor de imóveis não é identificada apenas pelos clientes — mas também por vendedores e compradores. 

O corretor também contribui para a economia do país. Lembre-se de que ele é um dos principais agentes de um setor que impulsiona o crescimento econômico. Portanto, ao facilitar as negociações, ele colabora para o fortalecimento do segmento e, consequentemente, incentiva a economia

Como se tornar um corretor de imóveis?

Após conhecer detalhes sobre essa profissão, você decidiu se tornar um corretor de imóveis? Então é preciso, primeiramente, saber se possui esse perfil profissional. O próximo passo é fazer um curso reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC).

Isso porque ele é um requisito fundamental para obter um registro no Conselho Regional de Corretores de Imóveis (CRECI) para começar a atuar. Há três categorias para formação que você pode fazer para se tornar um corretor imobiliário:

  • Curso Técnico de Transações Imobiliárias: prepara o profissional para atuar na compra, na venda e na locação de imóveis;
  • Curso tecnológico para ser corretor de imóveis, como Negócios Imobiliários ou Gestão Imobiliária: além de ensinar sobre a prática da profissão, ele também prepara o aluno para avaliar o mercado com mais profundidade;
  • Curso de bacharelado para ser corretor de imóveis: permite ter uma visão mais completa e profunda sobre o papel do corretor de imóveis no mercado imobiliário — ampliando, assim, sua área de atuação.

Após concluir a sua formação, será necessário procurar o CRECI do seu estado para dar início ao processo de emissão de registro profissional. A documentação que deverá ser apresentada varia de acordo com cada região. 

De modo geral, são estes os principais documentos:

  • Carteira de identidade;
  • CPF;
  • Título de eleitor, com comprovante de votação;
  • Certificado de reservista, para homens de até 45 anos de idade;
  • Comprovante de residência;
  • Diploma de curso técnico, tecnológico ou superior;
  • Fotos 3x4;
  • Comprovante de pagamento de anuidade, emolumentos e taxa expedida pelo CRECI.

Ao apresentar a documentação exigida, o próximo passo é esperar o pedido ser analisado pelo Conselho da entidade. Se aprovada a emissão do registro, o documento deverá ficar pronto entre 30 e 60 dias.

O que é preciso para ser um bom corretor de imóveis?

Agora que você sabe como se tornar um corretor de imóveis, é o momento de saber como se aperfeiçoar e exercer sempre um bom trabalho.

Confira as principais dicas!

Mantenha-se atualizado sobre o mercado imobiliário

Estar atento sobre o que acontece no mercado imobiliário significa estar mais bem-preparado para atender aos seus clientes, bem como poder conhecer as técnicas de vendas mais modernas que podem ajudá-lo a potencializá-las.

Ademais, é necessário se manter sempre atualizado sobre os fatores que podem interferir no seu mercado de atuação. A partir disso, você saberá como aproveitar as oportunidades ou mitigar os riscos que podem comprometer suas negociações.

Preste atenção à apresentação pessoal

Uma boa apresentação certamente poderá ajudá-lo a fechar mais negócios. Portanto, é essencial se dedicar a essa questão. Use, por exemplo, uma vestimenta adequada para atender o cliente. Também cuide de aspectos como unha, barba e cabelo. 

Para além da imagem, atente-se ao seu discurso. Você não precisa falar formal demais, mas cuidado para não exagerar nas informalidades. Por fim, tão importante quanto os outros itens, preocupe-se com a sua postura. Por exemplo, seja sempre cordial e gentil.

Concentre-se nas necessidades do cliente 

Quem deseja comprar, vender ou alugar um imóvel, normalmente, tem diversas expectativas. Para atender a elas, é fundamental saber como encontrar a solução ideal. A melhor forma de fazer isso é ouvindo o que o cliente está dizendo, com atenção.

Portanto, ao ouvir um discurso, foque atentamente no seu cliente e busque entender quais são as intenções e os anseios contidos nas palavras dele. Desse modo, será mais fácil conseguir fechar um negócio.

Conduza bem a visita, apresentando os detalhes

A apresentação do imóvel é uma das fases mais importantes, pois é o momento em que o cliente terá contato com a propriedade para visualizar as suas características e poder decidir. Por esse motivo, é essencial que o corretor de imóveis saiba como conduzir uma visita. 

Para tanto, você deve primeiro conhecer o imóvel e avaliar todos os detalhes. Depois disso, entenda quais são os seus diferenciais. A partir daí, busque saber como o imóvel pode atender às expectativas do cliente para fazer uma boa apresentação.

Saiba fazer follow-up de atendimentos

Para construir e manter um atendimento de qualidade, é imprescindível que o corretor de imóveis saiba como fazer um follow-up. Dessa forma, poderá aumentar as chances de fechar novos contratos de venda e locação.

Trata-se de fazer um acompanhamento próximo ao longo de todo o processo de vendas para facilitar a negociação no futuro. Para tanto, é preciso escolher os canais de contato certos e estar sempre presente em todo o momento da jornada de compra.

Corretor de imóveis autônomo ou filiado a uma imobiliária?

Para finalizar, é interessante conhecer quais são as oportunidades para o corretor de imóveis no mercado imobiliário. Esse profissional pode trabalhar de maneira autônoma ou estar vinculado a um com uma imobiliária — com ou sem vínculo empregatício. 

Cada modelo tem suas vantagens e desvantagens. Pensando nisso, avalie o que seria melhor para você. No caso dos profissionais autônomos, os pontos positivos estão relacionados à flexibilidade de horário, a independência e o valor integral da comissão, por exemplo. 

No entanto, ele pode ter uma carteira de clientes limitada, sentir falta de uma equipe de suporte e de ajuda na parte burocrática do negócio. Enquanto isso, o profissional filiado a uma imobiliária tem uma quantidade maior de imóveis disponíveis para a venda ou a locação.

Ele também pode dividir as responsabilidades de captação de novos clientes e possuir melhores condições de trabalho. Por outro lado, a taxa de corretagem é menor e o corretor precisa executar tarefas predefinidas e cumprir metas estabelecidas. 

Neste artigo, você entendeu a história do dia do corretor de imóveis e viu porque essa data é especial. Depois de saber mais sobre essa profissão e sua importância para o mercado imobiliário, você pode seguir nossas dicas de como se tornar um profissional de sucesso.

Gostou de saber sobre o dia do corretor de imóveis e outras informações sobre a profissão? Então compartilhe nas redes sociais para que outros corretores e interessados também se informem!

Foto do autor Vince
Por Vince

Índice
  • Qual é a história dessa profissão?
  • E qual a origem do dia do corretor de imóveis?
  • Afinal, o que faz um corretor de imóveis?
  • Qual é o perfil de um corretor de imóveis?
  • Qual a importância do corretor de imóveis para o mercado imobiliário?
  • Como se tornar um corretor de imóveis?
  • O que é preciso para ser um bom corretor de imóveis?
  • Corretor de imóveis autônomo ou filiado a uma imobiliária?
Categorias
Faça parte do Blueprint

Assine Grátis e receba a news semanal com os melhores conteúdos do mercado imobiliário.

Quer relatar sobre algum erro? Avise a gente
Compartilhe: