Logo do Blueprint
Fechar
Logo do Blueprint
Fechar

Competitividade entre os bancos e as possibilidades para os compradores

O Santander anunciou que passará a financiar imóveis na planta com uma nova linha de crédito, confira como isso pode aumentar a competitividade entre os bancos.

Recentemente, o Banco Santander anunciou que passará a financiar imóveis na planta, por meio de uma nova linha, que contará com condições de juros a partir de 9,49% ao ano. Assim, tornou-se o primeiro banco privado a oferecer esta linha de crédito, que anteriormente era feita apenas pela Caixa e pelo Banco do Brasil.

Gráfico disponibilizado por Brain | ABRAINC mostra quais etapas do processo de compra de imóvel são consideradas mais complicadas.;
O processo de financiamento é considerado a segunda etapa mais complicada da compra de um imóvel. Fonte: Brain | ABRAINC

O foco são empreendimentos que estão na faixa 3 do programa Casa Verde Amarela, ou seja, para famílias com renda entre R$ 4 mil e 7 mil. Além disso, a modalidade já está disponível para dois projetos imobiliários de médio padrão, da construtora Riva, em São Paulo e em Belo Horizonte, somando 463 moradias. 

Num momento de expectativa para que a taxa Selic pare de subir, esta linha oferece as seguintes condições: 

  • Inicialmente, a taxa de financiamento será de 9,49% + Taxa Referencial (TR);
  • Imóveis residenciais poderão ter 80% do valor financiado feito em até 35 anos;
  • Imóveis comerciais poderão ter 70% do valor financiado em até 30 anos.  

Como a compra de imóvel na planta sugere a aquisição de um apartamento ainda na fase de construção, ou até antes do início da obra, e o imóvel valoriza em torno de 20% a 40% depois de pronto, esta nova linha de crédito surge como uma boa opção para os compradores que optaram por esperar, a fim de se organizar e ter mais flexibilidade para realizar o sonho da casa própria.

Tal iniciativa também é positiva para o mercado pelo seguinte motivo: quanto mais concorrência, melhor se tornam as condições de compra de imóveis. Além disso, com a estreia do open banking, plataforma que permitirá a troca de dados e informações de todos os clientes de bancos entre todas as empresas do setor financeiro, a expectativa é de mais concorrência e menos juros.

Com melhores taxas, a portabilidade de financiamento poderá ser usada com mais frequência, o que estimula a competitividade entre os bancos, e garante mais possibilidades para os compradores de imóveis. 

Faça parte do Blueprint

Assine Grátis e receba a news semanal com os melhores conteúdos do mercado imobiliário.

Foto da autora Giovana Costa
Por Giovana Costa

Compartilhar esse post:

Quer relatar sobre algum erro? Avise a gente

Compartilhe: