Logo do Blueprint
Fechar
Logo do Blueprint

O impacto da Selic para compradores de imóveis

Foto do autor Alex Frachetta
Por Alex Frachetta em 2 mins de leitura

Cada ponto percentual a menos na Selic representa 2 milhões de famílias a mais com acesso a crédito para comprar um imóvel popular, segundo estimativa da Abecip.

O Comitê de Política Monetária (Copom) reavalia a Selic a cada 45 dias, o que permite ela flutuar bastante, mas os bancos procuram ter taxas de crédito imobiliário mais lineares.

Taxas de financiamento imobiliário em comparação com a taxa Selic.
Taxas de financiamento imobiliário não oscilam tanto quanto a Selic. Fonte: Valor Econômico

Em um ano de aumento da Selic, os financiamentos imobiliários estão batendo recorde. Isso porque algumas pessoas que estavam pensando em comprar imóvel no ano passado adiaram um pouco a decisão e estão realizando seus sonhos agora.

Financiamento imobiliário em alta.
Financiamento imobiliário está em alta. Fonte: Valor Econômico

Considerando os últimos cinco anos da Selic, ainda estamos num patamar considerado baixo, o que acelera a decisão de compra das pessoas. Afinal, o momento é oportuno.

O Relatório Focus, divulgado pelo Banco Central, projeta uma Selic maior no final de 2021, atingindo 6,63% e continua subindo até 7,00% em 2022.

Por isso, o Valor Econômico publicou recomendação que o momento para comprar imóvel é agora, antes de juros atingirem o pico.

É lógico, afinal, os bancos são lentos para reduzir a taxa quando a Selic cai, mas são rápidos para aumentar a taxa quando a Selic aumenta.

Faça parte do Blueprint

Assine Grátis e receba a news semanal com os melhores conteúdos do mercado imobiliário.

Quer relatar sobre algum erro? Avise a gente

Compartilhe:

Mais conteúdos imobiliários: