Logo do Blueprint
Logo do Blueprint

As Tiny Houses são microcasas que fazem parte de um verdadeiro movimento de redução dos espaços das moradias, questionando os padrões de consumo das grandes metrópoles e valorizando a ideia de viver apenas com o necessário.

Após anunciar a venda dos seus bens físicos e criar a Tesla Tiny House (em inglês), Elon Musk optou por viver em uma microcasa (em inglês), supostamente projetada pela Boxabl Casita (em inglês), mostrando que o pensamento sustentável da Tesla está presente também em sua vida.

Obviamente que não são apenas fatores como a mudança das formas de consumo que impulsionam a construção das microcasas. A especulação imobiliária disparou o custo da moradia em alguns momentos da história, criando uma enorme disparidade com a renda das famílias, fatores que terminaram no encolhimento das residências para caber no orçamento.

Tiny House com 2 quartos, sala, cozinha e banheiro, em estrutura suspensa do chão.
Tiny House produzida por fabricante brasileiro, contendo sala e cozinha integradas, dois quartos e banheiro. Fonte: Tiny Brasil

No Brasil, esse fenômeno é observado pelo aumento da quantidade de apartamentos studio ofertados pelas construtoras e, recentemente, as microcasas surgiram como alternativa. A Tiny Brasil, que é a primeira empresa nacional do setor, afirma que, do ponto de vista financeiro, essas residências são realmente vantajosas, pois 78% das Tiny Houses nos Estados Unidos são casas próprias, em comparação com 65% das casas tradicionais, além de que boa parte dos moradores possui mais dinheiro guardado que a média nacional e nenhuma dívida no cartão de crédito.

Apesar de os novos rumos da arquitetura residencial pós-COVID-19 levarem as Tiny Houses a uma aparente morte, elas continuam sendo construídas e testadas. Assim, esses dados interessantes indicam que ainda há o que esperar das microcasas no futuro, afinal estamos em busca de moradias cada vez mais inteligentes.

Compartilhe:

Mais conteúdos imobiliários:

Implantação de uma das partes da Community First! Village.

Moradias com senso de comunidade

Interface da plataforma PLACE.

PLACE: A nova plataforma de estudos de viabilidade financeira e urbanística em tempo real

Vão da Pinacoteca para a exposição OSGEMEOS: Segredos. Fonte: Catraca Livre

OSGEMEOS, cultura de São Paulo e o mercado imobiliário

Mail Icon

Quer receber conteúdos como esse no seu e-mail gratuitamente?

O Blueprint respeita sua privacidade. Usamos cookies para melhorar sua experiência e ao continuar navegando você concorda com a nossa Política de Privacidade.