Logo do Blueprint
Fechar

A Geração Z e a sua relação com a moradia

Entenda as principais características de um jovem adulto pertencente à Geração Z e como é a sua relação com a moradia e a possibilidade de compra do primeiro imóvel.

A Geração Z valoriza o consumo responsável e a expressão da identidade. É um público que trata o dinheiro como um meio, mas não como um fim, enquanto valoriza a sustentabilidade e se preocupa não só com o que compra, mas de quem compra. Logo, surge a dúvida de qual tipo de imóvel te atrai e como é a sua relação com a moradia.

Conheça mais detalhes sobre cada uma das gerações Baby Boomers, X, Y e Z. Fonte: Orla Notícias

A partir da tendência de redução no número de cômodos, cada vez mais integrados, percebe-se que os imóveis estão menores e os preços mais altos. Em São Paulo, a metragem média das unidades de até um dormitório na cidade caiu 40% em uma década, por exemplo, indo de 46,1 m² para 27,5 m², em 2021. Assim, como a Geração Z está no início da carreira profissional, seu foco não é necessariamente a compra do primeiro imóvel.

Em um momento em que o trabalho é incerto, mas o jovem possui mais consciência sobre os seus direitos trabalhistas, este público busca estabilidade, mais independência e flexibilidade na hora de escolher onde morar. De acordo com um levantamento feito pelo Apto, os diferenciais que mais o atrai são:

  • Ampla área de lazer;
  • Bicicletário;
  • Pet places;
  • Financiamento pelo Casa Verde e Amarela;
  • Coworking;
  • Wi-Fi em áreas comuns.

Muito conectada à tecnologia, a Geração Z, também chamada de Geração Omnichannel, busca por praticidade, menos burocracias e mais experiências compartilhadas, sem consumir impulsivamente como as gerações anteriores, devido à preferência por opções mais sustentáveis. Enquanto, temas como mudanças climáticas, por exemplo, já afetaram diretamente as decisões de compra de 35% dos jovens brasileiros.