Logo do Blueprint
Fechar

Modelo de negócios NFT e seus desdobramentos no mercado imobiliário

O modelo de negócios de NFT atrai investidores diariamente. Você sabe como ele pode impactar o mercado imobiliário? Entenda!

O NFT é um conceito que vem ganhando os holofotes da mídia e de investidores interessados em ativos digitais.

O NFT é um conceito que vem ganhando os holofotes da mídia e de investidores interessados em ativos digitais. Ele está relacionado, por exemplo, a mercados como o de criptomoedas, jogos on-line e esportes.

Mas você sabia que os NFTs também trazem impactos para o mercado imobiliário e a negociação de imóveis? Já existem exemplos de propriedades virtuais comercializadas como NFT. Por isso, é fundamental para o profissional do setor se atualizar sobre o assunto.

Quer saber como o NFT pode influenciar o mercado imobiliário e quais são as tendências dessa área na tecnologia digital? Então continue a leitura deste post e entenda mais!

O que são NFTs?

Antes de entender a relação do NFT com o mercado imobiliário, é importante saber o que ele é. A sigla vem do termo em inglês “non-fungible token”, que pode ser traduzido livremente para token não fungível.

O termo “fungível” determina se um item pode ser substituído por outro de igual valor e características. O exemplo mais comum de um bem fungível é o dinheiro. Uma nota de R$ 10 pode ser trocada por qualquer outra nota de R$ 10 e manterá todas suas características.

Assim, não importa se você tem a nota de determinada série ou outra especificação. Qualquer outra nota de R$ 10 terá o mesmo valor (desde que não seja um item de coleção, claro). Compreendendo essa dinâmica, é mais fácil entender o conceito de não fungível.

Quando um item é não fungível, ele é único e não pode ser trocado, mantendo todas as suas características. Um exemplo comum desse conceito são as obras de arte. Considere um quadro do artista Van Gogh. Ele não pode ser trocado por outro de mesmo valor e características.

Entenda como são as NFTs e como se relacionam com o mundo digital.
Entenda como são as NFTs e como se relacionam com o mundo digital. Fonte: Blueprint

Ainda que duas obras de arte sejam avaliadas pelo mesmo preço, elas não podem ser trocadas ou confundidas. Cada uma delas é única, ou seja, existe um valor intrínseco indeterminado. Nesse sentido, os NFTs trazem essa característica para criptoativos.

Quando as criptomoedas foram lançadas com o Bitcoin em 2008, elas criaram os ativos digitais descentralizados e independentes. Então, usando uma tecnologia para trazer segurança e autonomia, esse mercado atraiu investidores e entusiastas.

No entanto, as criptomoedas são fungíveis. Desse modo, 1 Bitcoin pode ser trocado livremente por outro Bitcoin sem problemas. A grande ideia dos NFTs foi unir as características das criptomoedas em relação ao mundo digital com a possibilidade de trazer a não fungibilidade aos ativos.

Como eles funcionam?

Você entendeu que os tokens não fungíveis são ativos digitais que não podem ser trocados por outros iguais a ele. Para isso, os NFTs funcionam como uma forma de assinatura digital criptografada que transforma arquivos em tokens.

Com isso, você pode criar arquivos de imagens — como os jpegs e GIFs —, vídeos, áudios e outros formatos e transformá-los em NFTs. A partir dessa assinatura, os arquivos ganham autenticidade e há direito de propriedade.

Os tokens não fungíveis funcionam por meio da mesma plataforma que as criptomoedas: o blockchain. Ele é um sistema descentralizado e que pode ser utilizado por meio de diversos computadores de usuários espalhados pelo mundo.

A premissa do blockchain é criar blocos de dados criptografados em cadeia. Cada novo bloco criado contém informações a respeito de transações e dados efetuados com os criptoativos, além de informações dos blocos anteriores.

Por isso, fraudar os dados do blockchain é uma tarefa praticamente impossível. Afinal, cada servidor possui dados idênticos de todas as transações realizadas, o que significa que seria necessário invadir milhares de computadores no mundo para cometer uma fraude.

Entenda como funciona o blockchain.
Entenda como funciona o blockchain. Fonte: Blueprint

Para criar esses dados e solucionar a criptografia, os usuários interessados podem resolver códigos matemáticos de maneira automática com seu hardware. Esse processo se chama mineração e é executado por pessoas em diversos países.

Resolvendo esses códigos, os dados são coletados e criptografados nos blocos e os usuários responsáveis recebem um pagamento em ativos digitais. Ainda, vale lembrar que os governos e os bancos centrais não controlam esse mercado.

Assim, os preços de NFTs variam de acordo com a oferta e a demanda. Cada criador de token pode colocar um preço subjetivo no ativo. Dessa maneira, se houver interessados no pagamento, eles podem ser vendidos de maneira segura e rastreável.

Anuncie seus lançamentos imobiliários no Apto!

Como se dá a relação do NFT com o mercado imobiliário? 

Como você viu, os NFTs transformam arquivos digitais em tokens não fungíveis. Desse modo, eles podem ser negociados e o seu proprietário garante que é dono de um item único. Logo, o token não pode ser comercializado por outras pessoas, pois há direito de posse.

O principal destaque dos NFTs se dá em relação a obras de artes digitais. Em janeiro de 2022, por exemplo, o jogador Neymar e o cantor Justin Bieber compraram imagens de macacos por cerca de R$ 6 milhões cada uma.

Apesar de essas imagens poderem ser copiadas e divulgadas, eles são os proprietários do modelo original. O funcionamento é o mesmo com obras de arte físicas. Mas os NFTs não se resumem ao mercado artístico.

A expansão desse conceito abarcou outros setores, como o ramo imobiliário. Para entender como isso acontece, é preciso compreender o conceito de metaverso e como ele funciona. 

Acompanhe a seguir!

O metaverso

Este termo ganhou bastante popularidade em 2021, principalmente por conta do interesse do Facebook nesse conceito. Para se tornar pioneira no ramo, a empresa chegou a mudar o nome de sua controladora para Meta.

A ideia do metaverso é estabelecer um universo digital em 3D, que pode ser acessado por meio da internet e com uso de realidade virtual. Nesse universo, os usuários podem interagir com a arquitetura e com outras pessoas.

Logo, é possível fazer reuniões, buscar produtos em lojas, jogar games e outras atividades por meio do metaverso. No entanto, é preciso saber que ele não é uma unidade, ou seja, existem diversos universos digitais em funcionamento.

Desse modo, é possível acessá-los e utilizar ativos digitais para interagir com o mundo. Uma dessas interações é a compra e a venda de terrenos e construções.

Esses terrenos e propriedades podem ser negociados na forma de NFTs. Portanto, os tokens dão direito de propriedade aos usuários que os adquirem. Geralmente, as negociações são feitas por meio de criptomoedas, como o Bitcoin ou o Ether, que podem ser trocadas por dinheiro fiduciário.

Então é possível dizer que existe um mercado imobiliário digital. Ele se concentra em diferentes metaversos e está em constante expansão, conforme a oferta e a demanda dos usuários dessas plataformas.

Quais as aplicações possíveis para NFTs no mercado de imóveis?

Você ficou interessado em conhecer as aplicações do mercado imobiliário em relação aos NFTs? Então entenda, a seguir, os seus principais desdobramentos.

Mercado imobiliário no metaverso

Como vimos, o mercado imobiliário se expandiu para dentro dos metaversos. Logo, propriedades estão sendo negociadas nessas plataformas por meio de NFTs e criptomoedas, trazendo um novo paradigma para o setor de imóveis.

Em relação a isso, é possível pensar em diversos exemplos de negociações importantes que já aconteceram nos mundos virtuais. Um deles é o imóvel de escritórios em construção no Crypto Valley, uma área do mundo virtual chamado Decentraland.

Ele será uma combinação de boates de Ibiza, na Espanha, com o hotel Bellagio, de Las Vegas, nos Estados Unidos. Assim, será possível realizar diversas atividades nesse ambiente digital, desde compras, jogos e apostas. Ainda, haverá salas que poderão ser alugadas ou compradas nesse universo.

Outro metaverso importante é o Legacy, que ainda está em desenvolvimento. Ele será uma recriação da cidade de Londres, capital da Inglaterra. Os usuários já gastaram quase US$ 55 milhões em terrenos NFTs nesse local.

Outro mundo virtual de destaque é o SuperWorld. Nele, são negociadas réplicas digitais de construções do mundo. Locais famosos, como a Torre Eiffel e o Taj Mahal digitais já foram vendidos por cerca de US$ 400 mil e US$ 200 mil recentemente.

Ainda, é preciso considerar a influência de grandes empresas e artistas no metaverso e no mercado imobiliário digital ligado a ele. Marcas como Dolce & Gabanna, Gucci, Microsoft, Epic Games e outras entidades estão envolvidas em negociações.

Dessa maneira, é possível que elas comprem propriedades NFT para negociar seus produtos e expandir sua influência nos universos digitais que estão sendo criados.

Quais os impactos e as vantagens do NFT para o mercado imobiliário?

Como você viu, o mercado imobiliário está em constante mudança e os NFTs são um passo em direção ao futuro. Mas quais são os impactos dos tokens nesse setor e as possíveis vantagens para empresas, corretores imobiliários, investidores e interessados?

A seguir, você poderá conferir os impactos do mercado imobiliário no metaverso e dos NFTs e contratos de imóveis!

Impactos do mercado imobiliário no metaverso

Com a possibilidade de expansão do metaverso, principalmente pela atuação de grandes empresas, é possível que o mercado imobiliário seja afetado para além do mundo virtual. Como você viu, o metaverso é uma tecnologia que utiliza a realidade virtual para interação em diferentes ambientes.

Desse modo, se a sua utilização se tornar em grande escala, pode haver consequências importantes para o mercado imobiliário do mundo real. Afinal, as pessoas passarão mais tempo em casa e não precisarão deixar o metaverso para realizar suas atividades.

Nesse sentido, haverá uma mudança de paradigma no dia a dia dos cidadãos: reuniões, compras, lazer e outras experiências poderão ser realizadas pela realidade virtual. Isso faz surgir novas necessidades para os imóveis, já que as pessoas passarão mais tempo neles.

É possível fazer um paralelo desse cenário com a pandemia provocada pela COVID-19. Diante da necessidade de distanciamento e isolamento social, novas possibilidades foram incluídas nas rotinas das pessoas — como o home office e o lazer em casa.

Com isso, imóveis mais espaçosos e afastados de grandes centros urbanos sofreram uma valorização. Portanto, o metaverso pode influenciar o mercado de maneira parecida em relação às necessidades dos moradores.

Considerando essa realidade, é fundamental se atualizar sobre o assunto e buscar informações recorrentes sobre o mercado de imóveis e o mundo virtual. Assim, profissionais do setor poderão se adaptar a essas tendências e oferecer imóveis compatíveis com as necessidades do público.

Impactos dos NFTs nos contratos de compra e venda

Além do metaverso, os NFTs como formas de negociar imóveis reais podem acarretar mudanças significativas. Plataformas ao redor do mundo já estão trabalhando com essa possibilidade, que ainda é um pouco restrita por conta da regulamentação de governos locais.

Mas a tendência é que a burocracia diminua e os imóveis comecem a servir como investimento sem a necessidade de órgãos oficiais. No entanto, é preciso ficar atento às regras legais sobre propriedade e alienações para não ter problemas no momento da negociação.

Afinal, a transferência de imóveis requer diversos trâmites para comprovar os proprietários e dar publicidade às transações. Logo, é importante se manter atualizado sobre a adaptação de regras legais para trabalhar nesse ramo.

Conseguiu entender o que é o NFT e como esse conceito pode gerar impactos para o mercado imobiliário? Manter-se atualizado e contar com plataformas que trazem soluções para o mercado de imóveis faz a diferença na hora de acompanhar essas tendências!

Que tal ter um bom parceiro para impulsionar a sua carreira como corretor e oferecer ainda mais valor aos seus clientes? Então conheça o Apto!

Foto do autor Vince
Por Vince

Índice
  • O que são NFTs?
  • Como eles funcionam?
  • Como se dá a relação do NFT com o mercado imobiliário?
  • Quais as aplicações possíveis para NFTs no mercado de imóveis?
  • Quais os impactos e as vantagens do NFT para o mercado imobiliário?
Categorias
Foto do autor Vince
No Apto desde 2015, antenado e atento aos detalhes do mercado imobiliário, traz explicações sobre as principais inovações e novidades do setor.

Assine a news do Blueprint

Assine Grátis e receba a news semanal com os melhores conteúdos do mercado imobiliário.

Quer relatar sobre algum erro? Avise a gente
Compartilhe: