Logo do Blueprint
Logo do Blueprint

Mercado imobiliário cada vez mais verde

Foto da autora Victória Baggio
Por Victória Baggio em 2 mins de leitura

Viver de uma maneira mais sustentável é uma urgência para um planeta saudável, para isso, além de iniciativas como a segunda sem carne e a reciclagem, práticas do cotidiano e setores responsáveis por um importante impacto ambiental, como o mercado imobiliário, também vêm se mostrando mais verdes. O que beneficia tanto o planeta quanto o mercado, já que os investimentos sustentáveis têm sido fator de atração para investidores. De acordo com a matéria da Harvard Business Review,  desde 2018, a cada US$ 4 trilhões investidos nos EUA, US$ 1 trilhão é direcionado a investimentos sustentáveis. 

A sustentabilidade no mercado imobiliário está presente em diferentes etapas do processo de criação de um empreendimento, desde etapas administrativas, como no canteiro de obras e também no projeto arquitetônico. Através de práticas como a separação de resíduos recicláveis, que são coletados semanalmente do canteiro de obras, e a utilização de materiais locais, pode-se reduzir o impacto ambiental da construção civil. 

Edifício O Bosco Verticale, Milão, Itália.
Edifício O Bosco Verticale, Milão, Itália. Fonte: Unsplash

Uma arquitetura sustentável também pode ser alcançada através de diferentes aspectos, que vão desde a concepção do projeto até o seu uso cotidiano pelos moradores, além disso, pode estar presente desde edifícios de alto padrão até habitação social e servirem como exemplos de inspiração para o futuro. Edifícios que valorizam a iluminação e a ventilação natural, com aberturas em que o morador possa regular a entrada de luz e ar, ajuda a reduzir gastos elétricos, por exemplo. Além disso, estratégias como sistema de captação de energia solar através de painéis fotovoltaicos, de coleta e reuso de águas pluviais e espaço adequado com lixeiras para uma correta reciclagem, são alguns dos recursos sustentáveis que os edifícios têm utilizado. 

A criação de empreendimentos mais verdes são uma tendência urgente para o planeta, a qual também favorece o imóvel, que pode ter uma valorização de até 30% após a entrega, segundo o CRECI do Rio de Janeiro.

Faça parte do Blueprint

Clique em Assine Grátis e receba a news semanal com os melhores conteúdos e notícias do mercado imobiliário.

Compartilhe:

Mais conteúdos imobiliários: