Logo do Blueprint
Logo do Blueprint

Como serão os espaços de trabalho pós-pandemia?

Foto da autora Victória Baggio
Por Victória Baggio em 3 mins de leitura

O escritório com que estávamos habituados até o início deste ano não será o mesmo pós-pandemia, afinal, a COVID-19 pode ser facilmente transmitida através dos densos escritórios, como ilustra o Centro de Controle e Prevenção de Doenças da Coreia do Sul.

Tendo isso em vista, empresas ao redor de todo o mundo já estão preparando a retomada aos locais de trabalho. Ou não. O Twitter informou aos funcionários que poderão fazer home office para sempre, e a XP considera a hipótese.

Esse plano de retorno é conformado, primeiramente, por medidas a curto prazo, rápidas e simples para ser possível o uso do espaço visando o bem-estar dos funcionários no escritório. Além disso, também já se estão avaliando medidas a longo prazo, através de mudanças mais complexas, como adição de espaço exterior ao local, mudança no layout do escritório e revisão do sistema de ar-condicionado e filtro de ar. As mudanças no ambiente de trabalho serão tanto espaciais quanto comportamentais. 

Estratégia de reorganização do layout dos postos de trabalho para manter o isolamento social. Fonte: Business Insider

7 mudanças rápidas e de curto prazo mais adotadas em outros países:

  1. Garantia da distância ideal de 2 metros entre funcionários em todas as áreas do local de trabalho.
  2. Redução da capacidade de espaços dos postos de trabalho e das salas de reuniões. Mesas que, antes, eram usadas por 8 pessoas, serão utilizadas por 4, de maneira intercalada, para que nunca dois funcionários estejam enfrentados diretamente.
  3. Utilização de painéis divisórios entre postos de trabalho, que podem ser facilmente colocados sobre as mesas.
  4. Limpeza profunda do local realizada diariamente, inclusive em teclados e mouses.
  5. Higienização pessoal antes de entrar no espaço de trabalho.
  6. Colocação de estações de limpeza para as mãos em vários pontos do escritório, para promover a higienização constante dos funcionários enquanto estão trabalhando.
  7. Rotação de funcionários no escritório. Parte da equipe trabalhando de maneira remota alguns dias, enquanto outros utilizam o local de trabalho.

O home office estava sendo utilizado de maneira crescente nas empresas e, segundo muitos, veio para ficar. Eric Schmidt, ex-CEO do Google, acredita que o mundo pós-pandemia será de menor densidade demográfica. Em entrevista ao programa Face The Nation, comentou que “teremos que pensar em sistemas diferentes, em que pessoas não precisem se deslocar para regiões distantes, já que ninguém quer ficar por muito tempo em transportes públicos”. Ele acredita que pequenas estações de trabalho serão estruturadas em regiões satélites, evitando deslocamentos de população diariamente.

Isso tem potencial para mudar radicalmente a forma como o mercado imobiliário funciona. Se o deslocamento para polos comerciais não será mais diário, cidades vizinhas dos atuais polos comerciais começam a fazer mais sentido, tanto para moradia quanto para trabalho. No Vale do Silício, que tem um dos metros quadrados mais caros do mundo, esse cenário já é realidade, para os moradores e para as empresas

Continuaremos juntos na nuvem virtual.

Tem dicas para os escritórios pós-COVID-19? Tem, sim! Inclusive tem duas! O plano do WeWork ajuda bem. O plano da Perkins & Will é incrível!

Faça parte do Blueprint

Clique em Assine Grátis e receba a news semanal com os melhores conteúdos e notícias do mercado imobiliário.

Compartilhe:

Mais conteúdos imobiliários: