Logo do Blueprint
Fechar

Como os novos meios de entrega afetam os empreendimentos?

O espaço delivery veio para trazer facilidade ao dia a dia do morador ao receber suas encomendas, mas e se os meios de entrega mudarem completamente?

As mudanças impostas pela pandemia aceleraram o processo de digitalização ao dar maior visibilidade aos e-commerces. Nesse cenário, o comércio eletrônico foi impulsionado por diversos setores, mas principalmente pelo delivery de comida e supermercado. Mesmo parecendo algo momentâneo, essa forma de consumo continua sendo uma tendência no pós-pandemia. Dados apontam que em janeiro de 2022 o e-commerce registrou uma alta de 20,56% nas vendas.

Acompanhando essa tendência, o mercado imobiliário respondeu com a criação do espaço delivery, uma área pensada com uma infraestrutura completa para receber as mais diversas encomendas. Mas esse aumento das compras on-line também acarretou mudanças e inovações para o próprio setor de entregas, podendo afetar a utilidade dessa área comum a longo prazo.

Você já pensou em receber suas encomendas diretamente na sua geladeira? É o que promete o In Home (em inglês), um serviço de entrega oferecido pelo Walmart. Esse sistema de delivery (em inglês) possui uma logística inovadora em que o funcionário entra em sua residência com suas compras e, logo depois, guarda todos os itens conforme solicitado. Todo o processo ainda é filmado por uma câmera acoplada na roupa do funcionário, garantindo que você possa acompanhar em tempo real sua entrega. 

Entregador do In Home guardando itens comprados na geladeira do cliente.
Com método inovador de entrega, o In Home leva sua encomenda até a sua residência e ainda as guarda conforme solicitado ⏤ na geladeira, nos armários ou na despensa. Fonte: Wallmart

Outra forma inovadora de receber suas encomendas que já está sendo utilizado é o delivery feito com drones. Prometendo reduzir em 70% o tempo total nas entregas, o uso dessa tecnologia veio para revolucionar os fluxos de delivery, fazendo com que o iFood começasse sua primeira rota experimental no Brasil.

Talvez, com o tempo, uma área de pouso para drones, como a planejada no projeto do Parque Global, da Benx, ou um fluxo exclusivo de serviço para entregadores, como os do In Home, se tornem mais comuns do que um espaço delivery. Afinal, as compras on-line vieram para ficar e, como vimos, seus meios de entrega podem ser diversos, fazendo com que o mercado imobiliário possa responder de variadas maneiras dependendo da nova tendência. 

Foto da autora Nathalia Zanardo

Foto da autora Nathalia Zanardo
Arquiteta que entende a profissão como um transformador da sociedade. Acompanhando sempre os novos lançamentos do mercado imobiliário.

Assine a news do Blueprint

Assine Grátis e receba a news semanal com os melhores conteúdos do mercado imobiliário.

Quer relatar sobre algum erro? Avise a gente
Compartilhe: