Logo do Blueprint
Logo do Blueprint

Vendas do mercado imobiliário em tempos de covid-19

Foto da autora Gabriela Borba
Por Gabriela Borba em 1 min de leitura

Desde que a quarentena foi decretada no Brasil, o mercado imobiliário teve de se reinventar e usar a tecnologia a seu favor. Muitas incorporadoras começaram a utilizar tours virtuais para apresentar seus lançamentos, além de vídeos, drones, assinaturas de contratos, lançamentos 100% digitais e muito mais!

Quando a quarentena começou, em março, de acordo com pesquisa do Secovi, foram comercializadas em São Paulo 2.683 unidades residenciais novas, volume 13,8% inferior ao de março de 2019.

A pesquisa apurou, em abril, a comercialização de 1.923 unidades residenciais novas, resultado 28,3% inferior ao do mês anterior (2.683 unidades) e 27,7% abaixo das vendas de abril de 2019 (2.658 unidades).

Gráfico Secovi – Comparativo anual de unidades residenciais vendidas

Em maio, de acordo com o levantamento do Secovi, o mercado imobiliário vendeu 51% do esperado, representando um cenário de copo meio cheio (e meio vazio).
Nesse último final de semana, a EZTEC fez o lançamento digital do Z. Ibirapuera, um projeto com VGV estimado de R$ 110 milhões. 24% das unidades foram vendidas no primeiro final de semana. Que venha o segundo semestre!

Faça parte do Blueprint

Clique em Assine Grátis e receba a news semanal com os melhores conteúdos e notícias do mercado imobiliário.

Compartilhe:

Mais conteúdos imobiliários: