Logo do Blueprint
Logo do Blueprint

O dia 8 de março, Dia Internacional da Mulher, comemora as conquistas femininas, além de lembrar da luta, ainda em curso, pela igualdade de gênero, principalmente no trabalho. E se existe um setor dominado pelos homens, com certeza, é o da construção civil. Algumas iniciativas, porém, mostram que esse espaço também é das mulheres.

O Projeto Mão na Massa, patrocinado pela Petrobras e idealizado pela engenheira civil Deise Gravina, já formou mais de 1500 mulheres para atuarem nesse mercado. O projeto oferece cursos gratuitos para mulheres de 18 a 45 anos, com escolaridade a partir do 5º ano do Ensino Fundamental, nas modalidades pedreira, pintora, eletricista e carpinteira, com duração de seis meses. As aulas também abrangem questões de ética, cidadania e etiqueta no trabalho.

A ONG Mulher em Construção surgiu em 2006, a partir de um projeto piloto no interior do Rio Grande do Sul. A ideia deu certo, expandiu-se e já impactou mais de 5 mil mulheres, com o foco principalmente naquelas que vivem em situação de vulnerabilidade socioeconômica e de violência doméstica. As aulas ensinam desde interpretação de desenho técnico até questões mais amplas, como empoderamento feminino.

“Quem disse que mulher não pode erguer muros?” 

Bia Kern, fundadora da ONG Mulher em construção. 

Compartilhe:

Mais conteúdos imobiliários:

Well – um projeto uruguaio que chamou a atenção do mundo

Well – um projeto uruguaio que chamou a atenção do mundo

China entrega segundo hospital construído em 10 dias

China entrega segundo hospital construído em 10 dias

Primeira comunidade com casas impressas em 3D no México

Primeira comunidade com casas impressas em 3D no México

Quer receber conteúdos como esse no seu e-mail gratuitamente?

O Blueprint respeita sua privacidade. Usamos cookies para melhorar sua experiência e ao continuar navegando você concorda com a nossa Política de Privacidade.