Logo do Blueprint
Fechar

Construção com Isopor promete ser mais rápida e resistente

Essa afirmação pode causar espanto, mas sim, esse tipo de construção pode ser mais resistente do que a tradicional parede de tijolos.

Construção com Isopor promete ser mais rápida e resistente
Foto do autor Lucas Vogan

Essa afirmação pode causar espanto, mas sim, esse tipo de construção pode ser mais resistente do que a tradicional parede de tijolos. É claro que a parede não é composta apenas de isopor, existe também uma tela de aço e um preenchimento com argamassa. Outro ponto importante é: não é correto chamar o material de isopor, pois isso é uma metonímia, aqueles casos em que o nome da marca acabou se tornando sinônimo do produto, como Durex, Zíper e Xerox. Isopor é o nome de uma marca pertencente à BASF e o nome oficial do produto é EPS (Poliestireno Expansível).

Essa forma de construir já se popularizou em lugares como Europa, Estados Unidos e Japão, pois torna a obra muito mais rápida. As chapas de EPS (isopor) são pré-moldadas, então basta montá-las no canteiro de obras e passar a argamassa. Se você duvida da resistência desse tipo de material, assista à luta do século: uma parede de EPS contra uma marreta

Esse tipo de estrutura acaba resultando em uma construção muito mais leve, possibilitando uma fundação simples e até uma construção de poucos andares sem a necessidade de pilares de sustentação, fatores que podem resultar em uma boa economia na obra.

Outros grandes benefícios deste material são a baixa absorção de água e o ótimo isolamento, térmico e acústico, mas uma questão que pode preocupar alguns é o isopor ser um material inflamável, o que não acontece no caso, pois para essa aplicação é utilizado o EPS de classe F, que não gera combustão.

Empresas como a Baue e a StudioM4 já trabalham com esse material no Brasil.

Foto do autor Lucas Vogan
Lucas Vogan é jornalista e foi um dos nossos colaboradores. Suas matérias trazem novidades do mercado imobiliário, com foco na economia.
Quer relatar sobre algum erro? Avise a gente
Compartilhe:
Mais conteúdos imobiliários:
Inteligências artificiais também podem ser grandes arquitetos

Inteligências artificiais também podem ser grandes arquitetos

O artigo Architecture & Style, parte de uma tese desenvolvida em Harvard, demonstrou como uma IA pode aprender sobre os diversos estilos arquitetônicos.
Foto do autor Lucas Vogan
Lucas Vogan
Mercado imobiliário investe em praias artificiais

Mercado imobiliário investe em praias artificiais

Diversas incorporadoras brasileiras estão trazendo para seus projetos piscinas que simulam o mar, com ondas artificiais. Confira!
Foto da autora Gabriela Borba
Gabriela Borba
A arquitetura residencial já indica novos rumos pós-COVID-19

A arquitetura residencial já indica novos rumos pós-COVID-19

Incorporar novas demandas ao espaço da casa, como o trabalho remoto e exercícios físicos, também sugere mudanças na maneira como se projeta empreendimentos.
Foto da autora Thainá Neves
Thainá Neves