Logo do Blueprint
Logo do Blueprint

Sancionada pelo prefeito Bruno Covas, a lei determina que novos empreendimentos da cidade de São Paulo terão de prever sistemas de recarga para veículos elétricos, e já vale para projetos protocolados a partir de março do ano que vem.

Hoje não existem muitos veículos elétricos nas ruas do Brasil, mas a tendência é que o crescimento seja rápido, atingindo 180 mil novos carros vendidos por ano em 2030.

Os governos de todos os países vão incentivar bastante. O Reino Unido vai banir carros a combustão e híbridos até 2035, por exemplo, e algumas cidades estão protagonizando uma mudança ainda mais rápida: Paris, Madri, Cidade do México e Atenas estabeleceram 2025 como data limite.

Essa mudança futura no consumo de veículos faz a lei paulistana surgir a tempo de os empreendimentos se prepararem.

Para as construtoras, isso muda imediatamente os projetos. Inclusive até torna possível a compra de terrenos para descontaminar, afinal, possivelmente viveremos num mundo com menos postos de gasolina.

Compartilhe:

Mais conteúdos imobiliários:

XÔ, COVID-19! Conheça as inovações do mercado imobiliário para driblar as limitações atuais!

XÔ, COVID-19! Conheça as inovações do mercado imobiliário para driblar as limitações atuais!

Startup aluga imóveis para universitários e tem inadimplência zero

Startup aluga imóveis para universitários e tem inadimplência zero

Airbnb e as transformações do mercado imobiliário na Europa e em São Paulo

Airbnb e as transformações do mercado imobiliário na Europa e em São Paulo

Mail Icon

Quer receber conteúdos como esse no seu e-mail gratuitamente?

O Blueprint respeita sua privacidade. Usamos cookies para melhorar sua experiência e ao continuar navegando você concorda com a nossa Política de Privacidade.